Pular para o conteúdo principal

Postagens

Crisis

Diz o ditado que não adianta chorar pelo leite derramado, mas acho que meu intelecto não entende bem essa expressão, pois o que mais tenho feito nos últimos dias é pensar no passado, no que fiz de errado, no que poderia ter dado certo e não deu. Tortura! Sim, mas sempre foi uma tortura normal e tolerável em pequenos moldes na minha vida, limitava-se a momentos de cabeça vazia, passava depois. Mas hoje eis que acordo e começo a pensar, como se tivesse sonhado com o passado, e me vejo aos prantos pensando no meu passaporte me branco. Nas coisas que poderia ter feito diferente na graduação. No dinheiro que jamais economizei. Nas pessoas que desprezei ou nas que me desprezaram. Cheguei até a pensar que não deveria ter constituído família antes de ter realizado tudo. Tudo o quê?

Onde estou, quem sou? Meu trabalho não tem me satisfeito, parece que estou fazendo algo inútil, lutando contra a maré. Não sei até que ponto isso é verdade, e me dá vontade de pesquisar, ficar um pouco de fora, o …
Postagens recentes

Beba com moderação

Hoje não foi dia de moderação. Hoje teve taquicardia. Nervosismo. Dia de fúria. Dia que de atípico tem se me tornado rotina, angry, heart beating fast, angry and hungry as well.
Tenho TOC?
Tenho problemas de coração?
Porque as costas dóem tanto?
Porque essa dor na coxa?
Porque o folego curto depois de subir apenas cinco degraus?
Envelhecimento precoce, ferrugem?
I'm getting rusty, yeah I know.

Durante o dia, nada.
Agora à noite, elétrica.
mas amanhã... acordar cedo, trabalhar... como?
Estou cansada, querendo fazer outras coisas além das habituais, não ser eu ou ser mais eu.

Moderação, foi a palavra que li no devocional de hoje.
Moderação.
Estou moderando demais, tanto que se piso um milímetro fora da linha, todos notam.

Respira fundo. Moderação.

Escrevo, escrevo.
Vai escreve freneticamente, tá no sangue, é maior, é a musa que chama.
escreve a ela.

escreve ao teu torpor, ao alienamento das células, ao tempo que corre.

Escreve e acaba porque a bateria do note já era.

Boas noites.

è…

Navigare necesse; vivere non est necesse

Navegar é Preciso
Fernando Pessoa

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: "Navegar é preciso; viver não é preciso". 

Quero para mim o espírito [d]esta frase, 
transformada a forma para a casar como eu sou: 

Viver não é necessário; o que é necessário é criar. 
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. 
Só quero torná-la grande, 
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo. 

Só quero torná-la de toda a humanidade; 
ainda que para isso tenha de a perder como minha. 
Cada vez mais assim penso. 

Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue 
o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir 
para a evolução da humanidade. 

É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça.

Voltei hoje de Cabo Frio, pena que foram apenas dois dias, e tirei fotos como se fossem dias e dias. Mas valeu a pena: só de por o pé na praia, na areia, no mar, ainda que com aquela água nada convidativa de tão gelada, já me senti melhor, menos estress…

Misunderstandings

"eu tiro onda pra onda não me tirar eu tiro onda pra onda não me afogar!"
Nunca vivi uma onda de tantos mal-entendidos, talvez por conta do meu (mau) humor. As vezes os problemas, o cansaço, o estresse sobrem de uma maneira tão absurda que saímos atirando para todos os lados, sem que os outros saibam ou entendam. Ou tenham empatia. A verdade é que nenhum de nós tem, nós humanos.  Mas, enfim. Achei até que tinha algum tipo de distúrbio em mim, entre meu cérebro e o que os outros entendem. Acontece que somos indivíduos e, como tal, trazemos a nossa bagagem e a levamos onde quer que estejamos, e a abrimos quando solicitados com opiniões, mensagens, etc. Será que estou me fazendo entender?
Há alguns dias escrevi uns pensamentos na minha pagina no Recanto das letras sobre frieza, mais especificamente a minha. Tenho observado que estou ficando cada vez mais distante das pessoas, de contato, de... tudo. E sabe, isso nem me abala tanto assim, só o fato do isolamento, que pesa. Na ver…

O caminho, A verdade, A vida: A grande certeza

Ainda nessa "vibe" da gratidão, eu acordei hoje com a maior da certezas que temos (cristãos, ao menos) na vida.

Muitas vezes ouvimos dizer que a morte é a única certeza na vida, e concordamos, mas quero dizer que não é. Existe uma certeza que vai além, que é muito maior do que tudo e que nos traz a paz e tranquilidade que precisamos para encarar o curso da vida e finalizar com a morte física. Essa morte nem é o fim! precisamos encará-la como uma passagem. E sobre a outra certeza, essa não confunde, não angustia, só traz benefícios se a aceitarmos plenamente em nossas vidas: a certeza chama-se Jesus Cristo, caminho único para Deus, o grande Pai.

Ontem fui a três festas caipiras misturadas com country, e foram extremamente boas: a da minha pequena, em sua escolinha, com apresentação de danças e comidas típicas. A outra na minha escola, muito grande, danças e comidas. E para fechar o sábado, fomos eu e meu par a um encontro de casais que acontece em nossa igreja todo segundo s…

Propósito

Para que nascemos? A música do vídeo acima responde um pouco à essa inquietação da alma humana. 
I was born to do Something no one’s ever done No one’s ever done Before I was born to go Somewhere no one’s ever gone No one’s ever gone before Oh Hanson - "I was born"
Vejo por todo o lado as pessoas procurando mais, trabalhando mais. Colegas de trabalho dando aulas em duas, três escolas, com dois ou três cargos, trabalhando em até três turnos! Loucura? Dizem que não, que têm que pagar as contas. Fico até com vergonha de estar trabalhando em APENAS um lugar, e ter SÓ um cargo com uma extensão (o que dá dois cargos). No caso da minha área, um cargo significa oito turmas com duas aulas para cada. Parece que estou fazendo pouco, que não estou criando bem a minha filha, que poderia fazer mais, muito mais, sou nova, bonita e blá-blá-blá, é o que ouço (esta ultima parte sobre ser nova e tals rsrsrs). E, cá com meus botões, penso que talvez eu deveria mesmo fazer mais, mas não em relação ao tra…

A Cabana

Estreando essa Coluna de quinta, vou falar sobre o filme A Cabana (The Shack). Demorei um bocado para falar sobre o filme, minha vontade quando assisti o filme foi sair dali e correr pra fazer uma resenha linda, elogiando altamente o filme. Porém ponderei e deixei a emoção esfriar. A maioria dos cristãos, os mais estudados, está fazendo duras críticas ao filme. Este vídeo é bem interessante e prova disso. Não discordo dele em muita coisa, porém em algumas coisas discordo e vou explicar o meu ponto de vista. O MEU ponto de vista. Este outro vídeo já fala bem, levando em consideração apenas a mensagem geral do filme: que Deus deseja ter um relacionamento pessoal com cada um de nós. E isso, para nós cristãos, é um fato.

Desde que li o livro e soube do projeto do filme, porque já havia a ideia de transformá-lo em filme, fiquei na expectativa do filme. Confesso que quando leio, não consigo visualizar bem o que está escrito, e um filme me ajuda muito. Aí saiu e qual não foi a surpresa quan…